A revista norte-americana Forbes, publicou um trabalho sobre as 18 “pérolas” europeias, num ranking em que a aldeia minhota surge em quinto lugar, a ilha açoriana das Flores em 2.º e a micaelense Vila Franca do Campo em 10.º.

 

 

Localizado perto do Parque Nacional Peneda-Gerês, a 1,5 horas de carro a partir do Porto, Sistelo é uma das melhores pérolas escondidas na Europa. A vila de 300 habitantes, considerada uma das 7 maravilhas de Portugal, é conhecida como o ‘pequeno Tibete português’”, realça o portal de viagens “European Best Destinations” (EBD), que incluiu esta aldeia de Arcos de Valdevez na sua lista das 18 “Best Hidden Gems in Europe” (Melhores Pérolas Escondidas da Europa).

Passadiço do Sistelo: todo o esplendor do Tibete Português

Passadiço do Sistelo é a mais uma atracção turística em Portugal e está a causar furor entre os adeptos de caminhadas e também entre os praticantes de ciclismo BTT. Está inserido na Ecovia do Vez e passa pela aldeia conhecido pelo Tibete Português graças aos seus socalcos construídos para aproveitar o pouco solo arável e em condições para sustentar o muito gado bovino desta região. A aldeia do Sistelo faz parte da Reserva Mundial da Biosfera e é candidata a património mundial da UNESCO.

O percurso de cerca de 10 quilómetros de extensão começa na ponte medieval de Vilela e prolonga-se até à aldeia do Sistelo. Aproveite para descobrir os muitos pequenos detalhes que esta belíssima aldeia esconde. Desde o famoso castelo,  algumas casas senhoriais, dos seus muitos espigueiros (construções medievais utilizadas para guardar milho), de algumas pontes medievais ou romanas e, sobretudo, não deve perder os belíssimos socalcos ao longo das encostas da montanha e que dão a esta aldeia, onde começa o Passadiço do Sistelo, a alcunha de Tibete Português.

Experimente as pequenas tasquinhas com produtos tradicionais e aproveite para levar para casa alguns petiscos da região. Toda a região oferece condições para o seu uso em completo respeito pelo meio ambiente devolvendo aos habitantes este espaço de qualidade inigualável.

O projecto teve em consideração a representatividade que um percurso deste tipo pode ter no concelho, assim como a sua relação com a paisagem periférica, promovendo a salvaguarda do património cultural e arquitectónico existente, bem como dos valores ecológicos e paisagísticos.

Segue a lista dos 18 “European Best Hidden Gems 2020”

  1.  Bohinj, Eslovénia
  2.  Ilha das Flores, Açores
  3.  Aguero, Espanha
  4.  Cefalu, Itália
  5.  Sistelo, Portugal
  6.  Sirmioni, Itália
  7.  Adishi, Geórgia
  8.  Torquay, Inglaterra
  9.  Crovie, Escócia
  10.  Vila Franca do Campo, Açores
  11.  Procida, Itália
  12.  Sami, Kefalonia, Grécia
  13.  Portoferraio, Livorno, Itália
  14.  L’ile Louet, Carantec, Morlaix, França
  15.  Portovenere, Liguria, Itália
  16.  Foix, Ariege, França
  17.  Skiáthos, Grécia
  18. Sorano, Toscânia, Itália

 

Forbes/CamoesTV

 

Forbes descobre Sistelo, o pequeno “Tibete português”

Blog |